0

A VIDA SANTA DA DOLCE & GABBANA

A Dolce & Gabbana sempre teve um pé lá e cá com temas religiosas e uma profunda inspiração italiana. Como bom descendente de italiano que sou (meus avós são da região da Brescia), não me canso de amar o que a marca produz, tanto em roupas quanto em fragrâncias (sou fã da extinta linha Anthology, amava os números 1 e 18).

Para essa verão escaldante, os traços religiosos apareceram misturados as típicas touradas espanholas, vistas nas jaquetas que lembram muuuuito bem isso. O terço sai das mãos que olham cada conta e passam a figurar no pescoço, como se fosse um colar — esse truque já é bastante utilizado por aqui, daí Stefano e Domenico confirmam que vai continuar em alta sim #vaiterterçosim.

Segundo são os prints em aquarela reproduzindo touros, mármores totalmente trabalhados e santos (claro, tinha que ter). As calças continuam em modo alfaiataria cropped, perfeitas para serem usados com as sandálias pretas de couro. Por falar em sandálias, elas apareceram em quase todos os desfiles de Londres, Milão e Paris. Já, já subo um post com as mais legais, porque eu to amando esse mood “dedos livres”.

Dolce & Gabbana SS 15_ARTE_1Terceiro: Poás! Eu não imaginava mesmo que eles iriam trazem numa coleção tão rica de expressividade europeia essa versão quase pijama do bolinha. Adorei bastante o conjunto vermelho, um pouco caricato mas tá valendo. As mangas dessas maxi-camisetas (tanto de bolinha quanto de estampa) são longas, nada de apertar nos braços. Por isso gosto muito desse visual amplo na parte de cima, combina muito bem porque deixa o corpo respirar, além de ser bem confortável se combinado a uma parte debaixo mais sequinnha (calça slim é uma opção).Dolce & Gabbana SS 15_ARTE_2 Eu já quero o meu poá, e você?!

Anúncios
2

POP

JOYRICH_1

Fachada da loja em Los Angeles

Sempre tive uma queda por peças que remetem aos devaneios “alucicrazy” dos japoneses. Clássicos do guarda roupa masculinos reinventados, reprintados e remasterizados . Semanas atrás estava eu procurando algo na famosa sale da fast-fashion britânica, ASOS, e dou de cara com uma marca até agora desconhecida no meu vocabulário das modas.

JOYRICH_3JOYRICH_2

A Joyrich foi a minha descoberta mais legal durantes esses dias. A marca que tem um pé nos EUA e no Japão, faz do uso das referências street o seu ponto máximo na hora de vender o seu pão de cada dia.

A cultura pop e os ícones de estilo formam um estilo bem novo sabe, chamado de “retro-future”. To tentando compreender até agora essa chave de estilo. Mas como é made in Japan, não precisa entender, apenas use.

joyrich-1

O duo Taka Okude (brand direction) e o designer David Melgar, ex-integrante da equipe de Jeremy Scott, estampam perfeitamente toda essa estética do retro-future, que requer um pouco de diversão e personalidade. São muitas estrelas, animal prints, estampas divertidas e irreverência em dose cavalar!

Separei algumas peças que eu mais gostei, para vocês terem uma ideia de como é o ritmo da marca. Nessa “curadoria” fiquei apaixonado pela camisa xadrez, pelo simples fato de terem corações estampados por toda parte. Um amor, né?!

JOYRICH_4

Para quem gostou, tem mais coisas à venda aqui e aqui, e de quebra ainda rola um link com mais itens da marca.
Até a próxima. 😉

3

Para o dia começar bem

Gosto bastante de roupas listradas, então sou suspeito para dizer que amei esse suéter! A combinação dele com a bermuda é ótima, parte de baixo mais escura e a de cima mais clara. Ponto de luz certeiro!

SCOTCH_E_SOD_LOOK_ARTE_1

O look inteiro é da Scotch & Soda, uma marca holandesa que é fera em criar uma moda de rua fácil de usar e combinar.  O lookbook dessa estação é cheio de visuais assim, válidos não só para foto, mas para o dia a dia. Vale até uma visita ao site da marca: scotch-soda.com