0

ESCOLHAS NA ZARA

Como disse num post anterior, ando procurando por peças que não façam muito rebuliço (meu guarda roupa inteiro é lotado de prints) e justifiquem seu uso por um tempão. No carnaval desse ano fui a Natal para fugir desse ai ai ai todo de festas e acabei visitando a recém inaugurada loja da Zara no Midway Mall, fiquei super feliz com a variedade de peças, principalmente com os acessórios (mas o preço não me deixou muito feliz).

Xafurdando entre as araras, encontrei uma bolsa super legal: toda preta, versão mini e  estruturada. Foi amor a primeira vista! Hahahaha levei! Porém fui assaltado dia desses e acabaram dando o desconto dos cinco dedos na coitada. Desde então venho paquerando com as novidades da Zara, só que agora fui além e elegi minhas três futuras compras (se o santo visa permitir, claro), tudo baseado no preto como manda a cartilha!ZARA_ESCOLHAS_1

Agora vamos ver se essa bendita compra vai dar certo! kkkkkk

Anúncios
0

Frescor au Brésil

PERFUME_ARTE_1

Foto: Come on John

Na minha viagem a João Pessoa (PB) em janeiro, entrei em contato com a natureza mais do que o normal, já que a cidade é rodeada de praias lindas e um clima aconchegante. Mas na minha fugidinha ao shopping (mesmo com a paz que a natureza confere, eu ainda amo a inquietação dos shoppings kkkk) visitei a loja da L’Occitane no Manaíra Shopping para provar a linha Au Brésil.

Como eu já tinha visto/lido em diversos sites sobre o lançamento, fui auxiliado por uma das atendentes na escolha do meu perfume. Para quem não sabe, a coleção tem como ponto de partida o Brasil — claro, o nome do nosso país estampa em língua francesa os rótulos (Brésil) — além de ser a primeira vez que a L’Occitane cria uma linha em parceria com outro país e foge da sua produção na França,  que significa o uso de produtos super brasileiros produzidos em São Paulo e na Bahia, inspirados por diversas plantas da nossa terra.

PERFUME_ARTE_2

Fotos: Instagram @comeonjohnn

Provei o perfume da linha Jenipapo e foi amor a primeira vista “cheirada” hahaha! Uma sensação refrescante e ensolarada, como se eu tivesse próximo a uma das praias da cidade. Levei e usei até a última gota — por falar nisso, os perfumes além de muito bons são baratíssimos, numa média de R$80 pelo frasco de 300ml— , tanto é que já comprei Jenipapo, Vitória-Régia e Bromélia, cada um mais incrível que o outro.

Pra quem procura um cheirinho especial e bem suave, eles são a opção certa. Eu geralmente uso o meu a qualquer hora de tão refrescante que ele é.

———

Não segue o blog no insta e no Facebook? Corre lá que dá pra acompanhar todas as novidades e mais algumas coisinhas. Hahaha
instagram.com/comeonjohnn
facebook.com/comeonjohn

Bjoo!

0

A BOLSA DOS MEUS SONHOS <3 BURBERRY

A Burberry nunca foi uma das minhas marcas favoritas, acho que nunca combinei com esse lifestyle britânico que eles passam, tudo demais pra mim. Mas depois de acompanhar o desfile que aconteceu nessa terça, dei uma pulo da cadeira e consegui me apaixonar por quase tudo que foi apresentado.

BURBERRY BOLSA 6

Inspirados pelo clima vintage britânico, a coleção de verão trouxe acessórios e bolsas que já são hits (podendo ser encomendados desde já).

As bags ganharam duas versões “Everyday Satchel” (em tamanho menor para o dia a dia) e a “Travel Satchel” (maior, recomendada para viagens e/ou carregar maiores coisas), produzidas em couro e pintadas manualmente pelos artesãos da própria marca, garantindo também a assinatura personalizada do seu dono feita numa placa de metal. Eu adorei e acho que já poderia ter uma kkkkk #kdjabá?

BURBERRY BOLSA 1

Claro que eu me animei, a qualidade é impecável! Os prints que chamam atenção foram pensados para reproduzir capas vintages de livros britânicos em uma linda tipografia, ilustrados em quase todos os itens do desfile. Agora é esperar que elas apareçam constantemente nas mãos de Kadu Dantas e de outros musos do street style.

BURBERRY BOLSA 2Fotos: Divulgação/Burberry

0

London Fashion Week pt.1

Talvez a semana de moda masculina de Londres não seja um fiel espelho do que iremos usar copiosamente na próxima temporada, mas sempre que possível, apresenta novas silhuetas, quebra tabus (alô J. W. Anderson!) e nos faz pensar em que direção a moda masculina está caminhando.

LFW_SS15_5

Backstage do J.W. Anderson.

Eu que não frequento desfiles mas to sempre na fila A do Style.com, vivo a anotar tudo de mais legal que deu pra ver nas galerias do site. Essa semana mesmo selecionei o que mais fez meus olhos brilharem na LFW (London Fashion Week) ou que propuseram alguma mudança ou dica de styling interessante.

Como ando numa fase muito “clean”, procurei  fugir de estampas e padronagens, talvez pelo fato de estar valorizando muito mais peças atemporais,  sempre na conta do “preço por vestida”, técnica essa que eu aprendi com a vizinha de blog, Thereza Chammas. Mas vamos lá pras fotos!

A DKNY, que se mudou de NY e agora passa a desfilar em Londres, estreia na nova terrinha com uma coleção completamente usável. Junto com a Margaret Howell (outra marca da terra da rainha), ensinam como usar cores forte no dia a dia, sem complicação alguma.

LFW_SS15_1

Ainda sobre a DKNY, tenho que confessar que a sacada de levar os ternos de baseball pra passarela foi ótima! Já vi alguns gringos que vem fazer intercâmbio por aqui usando a peça, mas agora ficou muito mais legal (tendência mode on hahaha).

LFW_SS15_2Cores quentes foram a sensação do desfile do Christopher Kane. Ele que vem se destacando por fazer uma moda que investe em desenhos gráficos , ganhou espaço e agora faz parte do conglomerado Kering (dono da Balenciaga, Saint Laurent, Alexander McQueen etc), que o tornou hit de vendas em quase todos os e-commerces onde suas roupas estão a venda.

Fica claro que suas peças seguem o puro ready-to-wear, dá pra vestir todos os looks logo de cara. Nessa apresentação gostei desse jogo entre o preto e o vermelho, verde e preto e até do color blocking de ficar cego (pink, laranja e vermelho). Além disso, o modo como a barra das calças foram feitas tornou tudo mais legal. Vale a pena conferir a loja dele dentro da multimarcas SSENSE.

LFW_SS15_3

Nessa minha vida em que tenho a obrigação de usar óculos de grau 24h per day, vivo numa constante busca por modelos legais. O Jonathan Saunders mostrou modelos super fechados, que lembram até óculos para esquiar.

Curti o lance das lente degradês, porque proporcionam a ideia de continuar de óculos mesmo em ambientes de pouca luminosidade, sem a chatice de trocá-los sempre que entrar em algum local. Usei da mesma técnica nos meus dois últimos óculos de sol, que me salvaram pencas quando esquecia os óculos de grau em casa.

LFW_SS15_4

O que vocês acharam? Será que algumas dessas ideias de styling/peças podem começar a surgir por aqui?
Espero que sim!

Bjss

Fotos: Dazed Digital, Style.com

 

6

Chanel artsy

Eu poderia passar o restante de 2013 comentando e elogiando o verão prêt-à-porter da Chanel, mas não, venho até esse post para dizer que: pode descer um carregamento inteiro desse look usado pelo muso Marlon Teixeira. Tá artsy, tá colorido, tá macho pra caramba. De brinde, só de brinde mesmo, poderiam vir as mochilas grafitadas e altamente personalizadas. Cordas, monogramas e muito estilo fizeram parte da produção delas e de toda coleção a lá ARTPOP.  CHANEL SS 14_1yCHANEL SS 14_2

Claro que, nem pelo sangue de Jeová elas estarão ao meu alcance (pelo menos agora). Mas já ficou a dica para o próximo revival das modas, nossas amadas mochilas, que já apareceram temporadas atrás pelas mãos de Marc Jacobs na Louis Vuitton e em versão extra-deluxe na THE ROW (das irmãs Olsen).

CHANEL SS 14_4 CHANEL SS 14_3

J’ADORE hahaha

0

Cineminha em casa: 2 filmes em francês que você precisa assistir.

Tá que eu sou um aficionado por filmes franceses, não me canso de abarrotar minha pasta no desktop com alguns títulos, principalmente na temática LGBTTTs ( é, eu tenho minhas preferências hahahaha). Massss, mantenho meus favoritos, aqueles dois que eu não me canso de assistir (The Devil Wears Prada e 500 days of summer, mas vocês não são made in France/Canadá, tá?!).

Final de semana comendo gordice na casa de amigos, resolvi levar um dos meus filmes favoritos. Chorei pencas, todo mundo adorou e me bateu a ideia de indicar ele e mais outro que provavelmente te deixarão encantado, ou no mínimo com uma pontada de curiosidade.

Vamos lá!

#1 LES CHANSONS D’AMOUR (no Brasil, Canções de Amor) FILMES_FAVORITO_1

Esse está no topo da minha cadeia alimentar cinematográfica. Lindo até dizer chega, o filme realizado por Christophe Honoré tem todo um quê drama-musical encenado pelo muso francês Louis Garrel. Para os que não o conhecem, ele é o equivalente a algum ídolo teen americano, porém sem músculos, mas com um ar de mistério fora do normal.

FILMES_FAVORITO_2

Narrativa (made in filmow, o mais básico possível)? O filme, um musical, acompanha a história do jornalista Ismael que namora a bela Julie e vive um romance a três com Alice. O triângulo amoroso será interrompido por uma tragédia que muda os rumos da trama.
Por que assistir? O longa trata de temas extremamente contemporâneos: poliamor, sexualidade e gênero. Então terão cenas com ambos os sexos mas sem exagero algum. Os franceses tem um gosto tão único e bonito, que até nessa linha tudo é tratado de uma forma muito linda. Morrer de amores é o mínimo que acontecerá à você.
NOTA (numa escala de 0 à 5)? 5! Com muuuuuuuuuuito louvor!

#2 LES AMOURS IMAGINAIRES

FILMES_FAVORITO_4
Intrigante, o filme novamente traz o triângulo amoroso como questão central (os franceses/canadenses adoram um relacionamento assim, né? Até parece hahaha)! O diretor dessa vez é canadense, e também o próprio protagonista do filme (!!!): Xavier Dolan-Tadros. Lindo também kkkk

FILMES_FAVORITO_3

Narrativa (agora é wikipedia)? Francis e Marie são amigos inseparáveis. No entanto, suas vidas mudam quando conhecem Nicolas, charmoso rapaz do interior que acaba de se mudar para Montreal. Um encontro se sucede ao outro – seriam eles imaginários? – e os três logo se tornam um grupo inseparável. Mas Francis e Marie, ambos apaixonados por Nicolas, desenvolvem fantasias obsessivas em torno de seu objeto de desejo comum.

Por que assistir? Hum… um dos motivos que mais encantou foi o desenrolar de como dois amigos corrompem sua relação por um terceiro. Acho eu que isso demonstra a fragilidade do ser humano em se relacionar, o quão singular (para não dizer egoísta) ele pode ser com o que deseja. Fora o roteiro digno, o figurino é sensacional! A personagem Marie usa de uma classudez única, apostando em tubinhos, colar de pérolas, penteados extremamente sessentistas. Já Francis, um típico garoto do street style.

NOTA (numa escala de 0 à 5)? 4!

Como sou um blogueiro muito bom, separei os links para download via torrent dos dois títulos (com legenda). Pra já!
#1 LES CHANSONS D’AMOUR
#2 LES AMOURS IMAGINAIRES


4

10 motivos para adorar Catherine Baba

Como faz um bocadinho de tempo que não posto por aqui, andei repensando sobre novas categorias e umas pautas legais para abordar nesse bendito espaço.

Dia desses andei num frenesi danado lendo sobre Catherine Baba, Carlyne Cerf, Michelle Harper, Daphne Guinness entre outras lyndas do mundo da moda. Daí que me veio a “iluminação divina” em querer comentar sobre minhas musas. Não que eu seja um estilista ou uma celebridade, mas acho que todo mundo deveria ter uma pessoa que a inspire, coisa fora da realidade ou não. Hahaha

CATHERINE BABA (3)

Escolhi a Catherine Baba para ser a representante número #1 da categoria pelo simples fato: ela é ÚNICA em todos os sentidos. Pode parecer babação de ovo, mas quem segue o instagram e o twitter dela (@catherinebaba, segue lá) percebe e entende toda a magia alçada sobre a mulher mais estilosa de Paris. Ela é divertida, enigmática e autêntica.

Separei 10 motivos que levarão você a gostar, ou, pelo menos criar uma pontinha de curiosidade sobre essa criatura excêntrica. J’ADOOOOORE!

#1 Nascida em Sydney, porém radicada em Paris, esconde seu ano de nascimento. Ninguém sabe sua real idade (eu chuto 40 anos), diz ela que nasceu durante a década de 30 num período de glamourização geral. Mas vamos dar um crédito ao senso de humor da moça (que é sensaaaacional) e pensar que ela não é uma múmia. Ps: Disse ela recentemente em uma entrevista que nunca foi adolescente, já nasceu preparada para Paris. Ok, então.

CATHERINE BABA (11)

#2 Sotaque extremamente original! uma mistura de inglês com francês, que resultam em um “franglês” dramático, cheio de multiplicação de silabas, tipo like, ism, ation, oise, age e por aí vai. O nome disso? BABAISM! Detalhe básico: ela escreve apenas em CAPS LOCK, é como se fosse a nossa Xuxa brasileira. Mas é só o jeitinho dela, tá? #INSTAGLAMIFICATION

#3 Um de seus maiores ícones é a eterna Diana Vreeland, ex-editora da Vogue americana e da Harper’s Bazaar. Herdou boa parte do seu comportamento, linguagem (sim, Diana tinha esse jeito exótico meio franglês de falar. PIZZAZZ♥) e o jeitinho maravilhoso de levar a vida.

Sem Título-3

#4 Catherine anda de bike, isso mesmo, bike, durante a semana de moda de Paris (tanto prêt-à-porter quanto Haute Couture). Nada de tênis ou chinelos para pedalar! Salto alto é o que nossa darrrrrrrling usa para dar suas longas pedaladas pela cidade luz, munida de looks incríveis e uma porrada de fotógrafos de street style seguindo-a. Ps.: mas de vez em quando ela aceita uma caroninha básica.

Sem Título-4

#5 Mantém uma coleção gigantesca de peças vintage do Yves Saint Laurent. Mais de 300 roupas, acessórios e até vestidos Haute Couture.

CATHERINE BABA (10)

#6 Seu oxigênio? ACESSÓRIOS! Constroem e desconstroem seus looks sempre, sempre, sempre. Pode reparar que em seus looks constantemente terão dezenas deles. É quase lei. Quase não, É LEI.

CATHERINE BABA (14)

#7 Acho que esse é uma das partes que mais me encantam: a motivação para vestir-se como quiser, sendo feliz da sua maneira. Em quase todas as suas entrevistas ela exalta a qualidade de ser original, de ir contra maré, sem escutar mimimis alheios. Suas lições?  STYLE IS TIMELESS, FASHION IS DISPOSSABLE…THE CHOICE IS YOURS! FEELING DIVINE IS EVERYTHING! AMUSE ONESELF! (algo como “estilo é atemporal, a moda é descartável… A escolha é sua! Sentir-se divina é tudo! Divirta-se consigo mesmo!)

CATHERINE BABA (41)

#8 Seu perfume favorito é um clássico criado para Catarina de Médici quando a própria mudou-se para França, casando-se com Henrique II. A colônia leva o mesmo nome da perfumaria icônica, ‘”SANTA MARIA NOVELLA”. Só pra constar, o perfume foi criado em 1612. Bem recente, né?

Sem Título-5

#9 Sua atitude e postura exaltam ainda mais as peças que a caracterizam. Óculos de sol enormes, turbantes, vááárias pulseiras e saltos altíssimos. Marca registrada!

CATHERINE BABA (15)

#10 Finalizando de vez… Ela é amiga da…. Dita Von Teese. PÁ! Para mim esse já um motivo mais que especial. Melhor ainda é saber que as duas cozinham e fazem programinhas juntas, tipo amizade eterna. “Dita, vamos rangar lá em casa? Bora, Catherine! Formô!” kkkkkkkkkkkkkk

CATHERINE BABA (30)